segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Dia de Mar

Deu vontade de deitar ao lado do seu corpo na areia...
Deixar o sol ir...
O céu mudar de cor.... 
Numa cruzada entre seu umbigo e sua boca minha boca percorre... 
Faço levantar seu arrepio com a boca quente que te percorre enquanto vem a brisa fresca da noite que chega... 
Deito do seu lado... 
Contemplo as estrelas... 
Rimos do que dizemos... 
De como chegamos ali... 
Das voltas da vida... 
De como a vida nos levou ali... 
Agarramos as mãos, firmes... corpos deitados na areia... 
Vendo estrelas... 
E tudo isso aconteceu... 
E apenas aconteceu... 
Graças ao teu amor pelo mar.... 
Por me fazer sentir mar... 
Por sentir o amar... No ar... 
E levitar... 
Na imaginação de te tocar, te arrepiar, te beijar, o céu contemplar, e quem sabe na noite, teu corpo amar...

Sem comentários:

Enviar um comentário